Sexta-feira, 23 de Março de 2007

...

... Ainda fascinada com a figura, respondia mecanicamente a todas as perguntas que me colocava, para preenchimento da ficha… Entramos para uma pequena sala… uma secretaria de madeira clara com bastante equipamento electrónico logo a entrada a esquerda, no canto esquerdo uma cadeira articulada de pele castanha, no canto oposto um cabide de pé alto em metal, logo seguido um cadeirão castanho e disposto por cima uma manta branca impecavelmente dobrada… pediu-me pra me sentar na cadeira articulada. Puxou para perto o cadeirão sentou-se e colocou a manta em seu colo… questionou-me qual o objectivo da consulta… quais os propósitos que me levaram até lá… contei-lhe minha aversão as aranhas… mencionei ao facto de minha avó materna ter partido sem se despedir de mim, quando eu ainda era miúda… o facto perder completamente o controle em situações de stress… e o facto de eu já desde miúda sentir um espírito que tentava entrar em contacto comigo num determinado local da casa antiga onde residia … enquanto conversávamos ele tomava algumas anotações no seu caderno… a iluminação era suave e ao longo da nossa conversa foi diminuindo progressivamente… deu-se inicio a sessão… um sentimento de paz… de leveza … de liberdade apoderou-se de mim… A prioridade da sessão foi desfazer o pavor as aranhas… Através de pelo menos 2 encarnações eu sofria esse pavor descontrolado… consegui ultrapassar o pavor com sucesso!... Passei pela experiência de morrer… e é tão bom… tão… não há palavras… voltei a uma sala onde estavam expostas fotos de vários momentos de minhas vidas até que bateram a porta… fui abrir… era minha AVÓ… com seu sorriso tranquilo estampado no rosto… olhou-me como sempre com um carinho tão especial… desfiz-me em lágrimas… chorei como não me recordo alguma vez ter feito… deixou-me 2 mensagens que jamais esquecerei… agora mesmo enquanto escrevo estou comovida e com lágrimas nos olhos que temiam em rolar por meu rosto…

E com um sorriso se despediu de mim… sinto-me mais tranquila, mais segura agora…

Passei pela experiência de nascer de novo… vi minha mãe a chorar…

Despertei… abri lentamente os olhos ensopados de lágrimas… meu rosto uma calamidade… estava coberta com a manta, que por sinal também humedeceu… mas feliz… Agora tudo ficou mais claro para mim… minha urgência em nascer… em saber qual minha missão… isto tudo porque a quero terminar para poder partir para aquele local tão pacifico e calmo…

Conversamos mais um pouco, enquanto me recompunha… dar tempo a meus olhos para desincharem um pouco mais…

Saí ainda mais confiante…

 

publicado por a_believer às 23:32

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De my_feelings a 12 de Abril de 2007 às 15:26
Boa tarde amiga,
Passei aqui so mesmo de fugida pois estou no trabalho, para te deixar um desafio. Passa pelo meu blog e vê. Espero que o aceites.
Beijinhos e até breve.
De my_feelings a 27 de Abril de 2007 às 16:23
Boa tarde amiga,
Passei so para te desejar um optimo fim de semana, com muito amor e saude.
Beijinhos e até breve.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Um novo Amanhecer

.arquivos

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds