Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007

Um novo Amanhecer

…. Senti um cheiro delicioso de café, com um pouco mais de atenção pude sentir o aroma fantástico de torradas acabadas de fazer… lentamente abri os olhos… o sol que beijava minha cama, tocava em minha pele exposta a luz do dia, como uma suave e quente carícia, e parecia-me ouvir, “bom dia dorminhoca, toca a levantar… já está na hora… “ então estendi meu corpo em todo o comprimento e largura de meu leito e recordei a tarde passada… uhm… lembrei cada segundo como se o estivesse a reviver naquele preciso momento, sorvendo o que restou daqueles mágicos momentos, e que na hora me passou despercebido… lentamente levantei-me, olhei-me no espelho e esbocei um largo sorriso… estava APAIXONADA…
Esse sentimento que é tão potente, capaz de nos deixar, de um momento para outro com uma expressão de alegria estampada no rosto…
Não seria justo atribuir tamanha alegria apenas a esplêndida tarde passada, também em meu pensamento trazia a ansiedade pela nova e tão aguardada experiência que teria naquela tarde…
Estava de ferias… Tirei uns dias para descansar, fugir da rotina e do stress do dia a dia do trabalho… precisava urgentemente fugir daquele mundo… precisava relaxar… encontrar-me… descobrir a minha verdadeira identidade, o verdadeiro motivo da minha existência, descobrir qual a minha missão… tantas perguntas sem resposta, mas que em breve estariam ao meu alcance. Havia já comentado com uma amiga a minha intenção em fazer uma sessão de hipnose regressiva, em parte por curiosidade, mas por outro lado, se fosse realmente algo que não aldrabice, curaria a minha fobia a aranhas grandes, carnudas e peludas, que me atormenta desde muito miúda…
A tão aguardada hora havia chegado… na igreja local batiam as 14h… a porta abriu-se e uma figura, que mais parecia vinda da antiga Grécia, aparece ao alcance da minha vista… um jovem alto, moreno, cabelo preto molhado e encaracolado, de olhos castanhos e meigos, com um sorriso enorme e com uma simpatia que de imediato prendeu meu olhar. Dele emanava uma luz, uma paz e tranquilidade que me hipnotizou de imediato. Só consegui pensar: -“ Será esta figura verdadeira ou fruto da minha imaginação?... Sendo verdadeira estarei eu já hipnotizada?... “- chamou por meu nome, estendeu-me a mão, sorri e entrei com uma sensação de frio no estômago…
sinto-me: Feliz e ansiosa
publicado por a_believer às 13:39

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De daocidentalpraialusitana a 17 de Abril de 2007 às 16:16
Olá! Como estás?

Pasei por cá para te deixar um beijinho!
Não sei muito bem o que dizer, pois neste teu pequeno texto deixas, duas acções bem distintas: o acordar apaixonada e o alguém que saiu da igreja!
Não entendi muito bem a mensagem que querias passar, no entanto compreendo quando dizes que te sentes apaixonada. Sei que é um sentimento muito bom e que nos da animo...

Com muito carinho, beijos, muitos!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Um novo Amanhecer

.arquivos

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds